Copa Paulista 2012: a superação dos desacreditados

Após belíssima campanha na primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2, e quatro jogos desastrosos que culminaram na eliminação precoce na segunda fase, a Ferroviária precisou juntar os cacos para disputar a Copa Paulista. O técnico Ito Roque foi mantido, e o elenco passou por algumas mudanças, como a contratação de Victor Dourado e a vinda de Róbson, emprestado pelo São Caetano. Curiosamente, a decisão de manter Ito foi a ação mais acertada do ano de 2012.

Equipe comemorando um dos gols da competição na Arena da Fonte.Foto: Leonardo Fermiano/Assessoria

Equipe comemorando um dos gols da competição na Arena da Fonte.
Foto: Leonardo Fermiano/Assessoria

A primeira partida, um empate fora de casa com o Noroeste, que seria campeão da competição, já dava sinais de que a manutenção do esquema tático e da maioria dos atletas daria resultado. O que se viu nas partidas subseqüentes foi um time técnico, que procurava trocar passes rápidos, e prezava pelo entrosamento. O ataque se destacou, com grande desempenho do trio Róbson, Wellington Amorim e Thiago Marques. Victor Dourado e Daniel comandavam o meio campo, o primeiro com grandes assistências e o segundo com boas chegadas ao ataque, contribuindo com 7 gols na campanha afeana. No total, com Róbson, Wellington Amorim, Daniel e Thiago Marques, foram 32 gols marcados.

Outro grande fator do sucesso da Ferrinha foi a Arena da Fonte. A equipe venceu todos os jogos disputados em Araraquara até a semifinal. O que se viu foi um verdadeiro massacre, mesmo com o público abaixo do esperado. Foram 10 vitórias em 10 jogos, na primeira fase e na posterior fase de grupos. Nos jogos fora de casa, a Locomotiva conquistou alguns bons empates, que culminaram em duas classificações folgadas nas fases de grupo.

Nas quartas de final, o adversário foi o Grêmio Osasco. Apesar dos placares apertados, a Ferrinha foi superior nas duas partidas, e com justiça se classificou para a semifinal. O Audax, time paulistano que conta com massivo apoio de empresários, sofreu nas mãos da

Equipe comemorando gol na Arena da Fonte.Foto: Carlos André de Souza/Sim News

Equipe comemorando gol na Arena da Fonte.
Foto: Carlos André de Souza/Sim News

equipe grená no primeiro jogo. Em um grande jogo, com muitas oportunidades para os dois lados, Róbson abriu o placar ainda no primeiro tempo. A equipe da casa conseguiu o empate apenas aos 39 do segundo tempo, com Rafael. O resultado não foi de todo mal para a Ferroviária, que precisava apenas duma vitória simples na Arena, aonde vinha conseguindo excelentes resultados.

O público compareceu, mais de 3 mil pessoas estiveram presentes para apoiar a equipe. Infelizmente, a atuação não correspondeu. A Ferrinha sofreu um baque logo aos 14 minutos, com o gol do zagueiro Anderson, do Audax. A equipe tentou pressionar o adversário paulistano, mas esbarrava na forte marcação da equipe de Antônio Carlos Zago. Na melhor oportunidade do jogo, Victor Dourado lançou Elton, que saiu cara a cara com o goleiro Sidão. No entanto, o volante se atrapalhou ao definir, e finalizou em cima do goleiro. Na seqüência, Elton sofreu pênalti, que não foi assinalado. Dourado cruzou para Wellington Amorim concluir para o gol. No entanto, a bola havia saído antes do cruzamento.

O que se viu depois foi tentativas desajeitadas de pressionar a equipe paulista. No entanto, aos 15 da segunda etapa, veio o golpe de misericórdia. Após falha da zaga grená, Danilo deu números finais à partida. Durante os 30 minutos que restaram, a torcida seguiu apoiando, e os gritos da arquibancada pediam a permanência de Ito Roque. Foi o reconhecimento da bela campanha da equipe, que ali se encerrava.

Aliás, Ito Roque foi um dos grandes responsáveis por essa campanha na Copa Paulista. A

Ito Roque foi mantido no cargo. Foto: Fabiano Vagner/Portal K3

Ito Roque foi mantido no cargo.
Foto: Fabiano Vagner/Portal K3

equipe nunca esteve tão entrosada, e as opções para o ataque nunca foram tão boas. Fabrício Carvalho retorna ao elenco, e os reforços estão vindo. O alicerce está montado, a espinha dorsal da equipe também.

O Campeonato Paulista da Série A2 2013 está prestes a começar. O elenco está praticamente mantido, reforços estão chegando. Esse é o momento de apoiar a Locomotiva, que nunca esteve tão forte para a busca do acesso. O sonho nunca esteve tão próximo.

Por: Willian Bizarro.

Advertisements

About Willian Bizarro

23 anos, formado em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade de Araraquara (UNIARA). Afeano, palmeirense e torcedor do Liverpool, sendo grande amante do futebol inglês e do interior paulista.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s